Chinês cria ‘pílula de energia’ para smartphones

Em tempos em que o celular se tornou um item quase tão indispensável quanto uma roupa ou um alimento, ficar sem bateria no meio do dia pode ser um verdadeiro pesadelo para os aficionados pelo aparelho. Já temos no mercado carregadores portáteis que podem ser a salvação quando não há uma tomada por perto, por exemplo, mas o tamanho do dispositivo ou mesmo o fato de que eles próprios também podem ficar sem bateria faz com que essa não seja uma solução completamente eficaz.

Para tentar solucionar essa “crise dos tempos modernos”, o chinês Tsung Chin-Khse desenvolveu oTsung Chin-Khse . O projeto nada mais é que uma “pílula de energia” para os smatphones. Com formato que de fato se assemelha a um comprimido, a ideia foi premiada no Red Dot Award, premiação internacional design conceitual.

O Mini Power foi pensado para ser uma medida de emergência, dando uma carga extra de 2, 4 ou 6 horas ao celular. A embalagem pequena favorece para que o acessório seja levado na carteira, por exemplo, ocupando pouquíssimo espaço.

Mini Power

Além da praticidade, o projeto é sustentável, já que o produto seria feito a partir da celulose. Apesar da bateria ainda ter elementos nocivos à natureza, como o lítio, o criador da ideia defende que o Mini Power poderia ser descartado de forma mais prática que as baterias convencionais, sendo retornado a qualquer posto de venda após o uso.

Por enquanto, o projeto é apenas um conceito e ainda não tem data para chegar no mercado mas, quando isso acontecer, a ideia é que seja comercializado em diversos locais, desde supermercados à vending machines, justamente para facilitar o acesso em caso de emergência e o descarte posterior.

Fonte: Redação Adnews